São Vicente

É um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da Baixada Santista, na microrregião de Santos. A população estimada em 2006 era de 329.370 habitantes e a área é de 148 km², o que resulta numa densidade demográfica de 2123,73 hab/km².

Foi a primeira vila fundada pelos portugueses na América, em 1532. Hoje, a cidade, situada na metade ocidental da Ilha de São Vicente, que compartilha com Santos, baseia a sua economia no comércio e turismo.

Parte do município se estende pelo continente, em duas porções distintas: o bairro de Japuí, ligado à cidade por uma ponte construída em 1914 pelo engenheiro Saturnino de Brito no caminho que ruma a Praia Grande, e o distrito de Samaritá, que inclui também os bairros do Conjunto Humaitá, Parque Continental, Parque das Bandeiras, Jardim Rio Branco, Samaritá, Vila Ema e o Quarentenário, situados ao longo da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, entre Cubatão, Praia Grande e os contrafortes da Serra do Mar.

Estância balneária

São Vicente é um dos 15 municípios paulistas considerados estâncias balneárias pelo estado, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Balneária, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

História


Fundação de São Vicente, por Benedito Calixto.

Quando a expedição portuguesa comandada por Gaspar de Lemos chegou ao Brasil, em 22 de janeiro de 1502, deu à ilha o nome de São Vicente, pois o local era conhecido, até então, como Ilha de Gohayó.

Outro fidalgo português, Martim Afonso de Sousa, nomeado pelo rei de Portugal Dom João III donatário de duas capitanias hereditárias que incluiam a ilha, foi enviado pela coroa portuguesa para explorar a nova colônia e colocar marcos territoriais no litoral atlântico e no Rio da Prata, fundou então a vila de São Vicente em 22 de janeiro de 1532. Por ter sido a primeira vila fundada no Brasil, ostenta o título de ‘cellula mater’ dos municípios brasileiros.

Martim Afonso instalou então em sua nova vila os símbolos do poder organizado, construindo um pelourinho, uma igreja e uma câmara, realizando em 22 de agosto de 1532 as primeiras eleições em todo o continente americano. Como atividade econômica começou a cultura da cana e a instalação de engenhos para a manufatura do açúcar, principal produto do período colonial. Mas a implantação deste esquema exigiu atividades complementares, consideradas secundárias, porém fundamentais para a produção açucareira. Estas eram a pecuária e a agricultura de subsistência. As primeiras cabeças de gado a chegarem ao Brasil vieram do arquipélago de Cabo Verde, em 1534, para a capitania de São Vicente.

Igreja Católica

O município pertence à Diocese de Santos.

Pontos turísticos


Biquinha de Anchieta


Ponte Pênsil de São Vicente, por Benedito Calixto.

São Vicente não guardou muitos vestígios de sua história antiga, embora existam testemunhos valorosos. A cidade hoje é eminentemente turística, e desenvolveu-se muito no século XX devido ao turismo de veraneio.

Embora a rede hoteleira seja restrita, os veranistas em geral alugam imóveis mobiliados para a temporada. Por ser um balneário antigo, a cidade possui uma ótima infra-estrutura, contando com muitos bares, restaurantes, supermercados e hipermercados.

O centro de São Vicente (arredores das praças 22 de Janeiro, Coronel Lopes e Barão do Rio Branco) é um ponto de comércio que, graças a recentes obras de revitalização, está em pleno desenvolvimento e tem a vantagem de estar perto da praia do Gonzaguinha.

Em 27 de abril de 2007 – foi inagurado um grande shopping center — o Brisamar Shopping, que com seus 4 andares, tem aquecido ainda mais o comércio da cidade. Sua localização é privilegiada, pois está localizado em frente à Prefeitura Municipal da cidade. Abrange duas quadras, interligadas por uma passarela suspensa que passa por cima de uma rua, oferecendo uma interessante visão panorâmica (inclusive com vista parcial da praia do Gonzaguinha). Possui aproximadamente 130 lojas e tem 1300 vagas no estacionamento (1100 vagas do shopping e 200 do hipermercado em anexo). Conta, ainda, com 14 lojas na praça de alimentação e 6 salas de cinema (que oferecem pouco mais de 1700 lugares). Outro destaque da cidade é Encenação da vila de são Vicente,realizada sempre na semana de aniversário da cidade.

 

Praias

Sem dúvida o grande atrativo da cidade para os visitantes são as praias. A cidade possui cinco praias:

Hidrografia

O município é banhado pelo Oceano Atlântico, pelo rio são Jorge próximo a divisa do município, e na área continental, pelos rios Cubatão, Rio Branco, Rio Negro e Rio Mariana.

Rodovias

Cidades Irmãs

A cidade de São Vicente tem oito cidades em cinco países diferentes que são consideradas suas irmãs. São elas:

  • Naha, no Japão: A mais célebre delas. O convênio entre São Vicente e Naha foi firmado em agosto de 1978 pelo então prefeito calunga, Koyu Iha. Naha foi escolhida cidade irmã de São Vicente por ter características parecidas às vicentinas, como clima, relevo e economia. Como as relações políticas entre São Vicente e Naha são fortes, há até hoje um programa de intercâmbio cultural entre eles. Nesta cooperação técnica, profissionais de Naha vêm até São Vicente colher conhecimentos, assim como cidadãos vicentinos se aprimoram em Naha;
  • Corrientes e Resistência na Argentina;
  • Santarém e Belmonte em Portugal;
  • Havana e Holguín em Cuba e
  • Assunção, no Paraguai.